1
Encontro de Jovens de Junho
2
Jantar dos Namorados 2018
3
Prudência & Entendimento
4
Encontro da Segunda Família 2018
5
Vitor Quevedo na Escola Bíblica Dominical
6
Palavra e Ação Andam Juntas!
7
Nomeações e Diretorias para 2018
8
Novo Ano, Novos Sonhos, Mas o Mesmo… DEUS
9
Cristãos Deveriam Ter Árvores de Natal?
10
Encontro de Jovens do Presbitério de Rio Claro

Prudência & Entendimento

1 Crônicas 22:12 – Que o SENHOR te conceda prudência e entendimento, para que, quando regeres sobre Israel, guardes a lei do SENHOR, teu Deus.

O grave momento pelo qual passa o país nos permite uma série de reflexões sobre o papel da igreja diante de tudo o que está acontecendo. Creio que a maioria concorda que a primeira providência que devemos tomar é a da oração, afinal de contas, se Deus não agir, sozinhos não podemos fazer absolutamente nada. Mas, além de orar, podemos fazer algo mais?

Sim, podemos! Podemos preparar nossos filhos para que assumam posições de governança no sistema político do Brasil. E, devemos fazê-lo a partir de uma ruptura com a dicotomia criada no passado entre o exercício da política e a profissão genuína da fé cristã. Cresci ouvindo pessoas dizendo que cristãos verdadeiros não poderiam ser políticos e, a consequência está aí, não criamos muitos homens fiéis para ocuparem essas posições e as entregamos a homens que não tem temor do Senhor.

Davi, por exemplo, quando preparava o seu filho para assumir o trono, suplicou a Deus que lhe concedesse prudência e entendimento para que Salomão fosse fiel a Deus na sua administração do reino. E, seguramente, o que ele ensinou a seu filho foi fundamental para que Salomão regesse o povo de Israel sendo fiel ao Senhor.

Creio que Deus tem vocacionado seus servos, também para a política, por meio dos dons que lhes concede, mas cabe a nós, além de ORAR, a responsabilidade de preparar uma geração de governantes tementes a Deus. E isto também é nosso ministério!

Pr. Cleverson Moreira
Capelão do Seminário Presbiteriano de Belo Horizonte

Encontro da Segunda Família 2018

Quando:
– Dia 05 de Maio – Sábado

Onde:
– Chácara Morada do Sol

Programação:
– Café da Manhã – 10h00
– Culto – 11h00
– Almoço – 12h00

Taxa de Adesão:
– Adulto – R$ 20,00
– Criança – R$ 10,00

Endereço:
– Avenida 53 n1268, Jardim Anhanguera atrás das 3 Fazendas – ao lado do Aéreo Clube

* Garanta a sua vaga com um dos Diáconos

 

Palavra e Ação Andam Juntas!

Nesses primeiros domingos do mês de janeiro, temos falado muito em fazer a diferença como igreja, família e indivíduo.

Para que isso aconteça, aprendemos que precisamos ser: uma igreja cada dia mais bíblica e que essa prática, nos leva a uma profunda intimidade e maturidade com Deus e também nos enche de esperança para enfrentarmos os embates da vida. (2 tm 3:16 e 17).

Aprendemos também, que uma igreja que faz a diferença, tem a generosidade como algo costumaz (2 co 8:1 a 6). Ela busca formas e oportunidades para exercer a misericórdia, onde se encontra inserida.

Como vimos em uma das aulas da escola dominical, sobre a influência protestante em nossa cidade a figura do coronel joaquim ribeiro; homem de Deus, comprometido com sua cidade e também com sua fé cristã; temos a necessidade nosdias atuais, de pessoas que façam a diferença onde o senhor da igreja as colocarem.

Diante disso, gostaria de te desafiar a ser um servo diferenciado; um homem que tenha a palavra de Deus na mente e no coração; mas, que a coloque em prática através de atos de generosidade.

Que Deus possa ser exaltado, através da nossa vida!!!

Seu pastor e amigo Wagner dos Santos.

Nomeações e Diretorias para 2018

Conselho da Igreja
Presidente: Reverendo Wagner Aparecido dos Santos
Vice-Presidente: Pb. Vagner Fiório
Secretário: Pb. César Moreira
Tesoureiro: Pb. Wagner Martins
Representante ao Presbitério: Pb. Wagner Martins
Suplente ao Presbitério: Pb. César Moreira

Mulheres
Arlete, Ana Franco, Ângela, Alda e Mônica

Homens
PB. Vagner Fiório, Dc. Álvaro, Augusto e Kiko

Jovens e Adolescentes
Diego e Fran , Alessandro e Alessandra

Culto Infantil
Sara

Casais
Pr. Wagner e Arlete – Pb. Wagner e Tânia – Pb. César e Fabiola, Osvaldo e Graziela Mendes

Crianças
Janaina Neubauer

Coral
Marina e Pb. Wagner Martins

Ação Social e Manutenção do Templo
Junta Diaconal

Som
Renê e Paschoal

Mídia e Comunicação
Rick e Isabel

Louvor
Diego Fiorio

Recepção
Maura

Visitação
Vilma, Doroti, Sônia e Dirce

Exame de Contas
Dóris, Daniel e Silvia

Escola Dominical
Vera, Dóris e Isabel

Novo Ano, Novos Sonhos, Mas o Mesmo… DEUS

Para alguns de nós 2017 foi um ano de grandes realizações e conquistas, para outros de perdas e frustrações. Independente de como foi seu 2017, já está se tornando passado e com o raiar de um novo dia, em breve chegará 2018 queira ou não.
A minha palavra nesse início de ano é de estímulo; mas, acima de tudo de reflexão quanto ao novo ano e o que nos espera.

Para alguns que continuarão reclamando, 2018 não promete nada; vai ser uma continuação do marasmo de 2017.

Para outros que continuarão escravos do negativismo, 2018 será apenas a continuação de uma vida cheia de lutas.

Mas, para aqueles que acreditam que as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã, 2018 será um ano abençoado porque a presença do Eterno se fará presente mais uma vez na nossa caminhada.

Nesse novo ano, iremos trabalhar com o tema: “Chamados para fazer a diferença”, tendo como texto base, I Tessalonicenses 4:7 “Porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação”.

Nossa comunidade se encontra no mesmo local há 67 anos, se ela não existisse será que a nossa vizinhança sentiria falta? Também não tenho a resposta; Mas o grande desafio é sermos um luzeiro neste bairro, nesta cidade que o Senhor nos colocou.

Então, diante de toda nossa limitação, mas certos de que Deus está na direção das nossas vidas, vamos começar 2018, não reclamando, nem com espírito de derrotado; mas sim, confiantes que temos uma grande obra a ser realizada e que o Supremo Pastor nos chamou para que seja feita!

Todos Juntos como “SEGUNDA FAMÍLIA” , procurando fazer a vontade do PAI.

Seu pastor e irmão,
Wagner Dos Santos

Cristãos Deveriam Ter Árvores de Natal?

À medida que o Natal vai chegando, questões como esta começam a aparecer. Como tudo na vida, é importante olharmos para estas questões com discernimento bíblico.

Neste caso, não vemos nada de errado com a tradicional árvore de Natal. Porém, alguns têm ensinado que é errado para qualquer cristão ter uma árvore de Natal em suas casas. Será que as razões para isso são válidas? Achamos que não. Vamos dar uma olhada nas duas objeções mais comuns que as pessoas fazem contra as árvores de Natal.

Primeiro, alguns são contrários às árvores de Natal por elas terem origens pagãs.

Acredita-se que Bonifácio, missionário inglês na Alemanha do século oitavo, instituiu a primeira árvore de Natal. Ele supostamente substituiu os sacrificios feitos ao carvalho sagrado do deus Odin, por um abeto enfeitado em tributo a Cristo. Alguns outros afirmam que Martinho Lutero foi quem introduziu a idéia da árvore de Natal iluminada com velas. Baseado nestas informações podemos dizer que a árvore de natal tem um excelente pedigree cristão.

Porém, mesmo se um histórico pagão fosse claramente estabelecido, isso não necessariamente significaria que nós não poderíamos usar árvores de Natal. Talvez a analogia a seguir ajude.

Durante a II Guerra Mundial, os militares americanos usaram temporariamente algumas ilhas remotas do Pacífico Sul como pistas de aterrissagem e como depósitos de suprimentos. Antes daquela época, os povos indígenas tribais nunca tinham visto tecnologia moderna de perto. Grandes aviões cargueiros chegavam cheios de materiais, e pela primeira vez os nativos viram isqueiros (que eles achavam ser mágicos), jipes, geladeiras, rádios, ferramentas elétricas e uma enorme variedade de alimentos.

Quando a guerra terminou, os nativos concluiram que os homens que trouxeram a carga eram deuses, então eles começaram a construir templos para os deuses da carga. Eles tinham a esperança de que os deuses da carga voltariam com mais bens.

A maioria das pessoas sequer sabe sobre esta superstição religiosa. Da mesma forma, poucos sabem qualquer coisa sobre a adoração de árvores. Quando uma criança puxa um grande presente de debaixo da árvore de Natal e desembrulha um modelo de avião cargueiro, ninguém olha pra aquele objeto como um ídolo. Nem nós vemos a árvore de Natal como uma espécie de deus dos presentes. Nós entendemos a diferença entre um brinquedo e um ídolo tão claramente quanto entendemos a diferença entre um ídolo e uma árvore de Natal. Não vemos uma razão válida para fazer qualquer conexão entre árvores de Natal e ídolos de madeira ou adoração de árvores. Aqueles que insistem em fazer essas associações deviam prestar atenção nos avisos nas Escrituras contra julgar os outros em coisas duvidosas (vejam Romanos 14 e I Coríntios 10:23-33).

Outra reclamação comum é que as árvores de Natal são proibidas na Bíblia. Jeremias 10 é muito usado para dar apoio a este ponto de vista. Mas uma olhada mais de perto nesta passagem vai mostrar que o texto não tem nada a ver com árvores de Natal e tudo a ver com adoração a ídolos. O verso oito diz “querem ser ensinados por ídolos inúteis; Os deuses deles não passam de madeira.”

Adoração a ídolos era uma clara violação dos Dez Mandamentos. Êxodo 20:3-6 diz: “Não terás outros deuses além de mim. Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o SENHOR,o teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam, mas trato com bondade até mil gerações aos que me amam e obedecem aos meus mandamentos.”

Não há conexão entre a adoração aos ídolos e o uso de árvores de Natal. Nós não devíamos ficar ansiosos a respeito de argumentos vazios contra as decorações de Natal. Em vez disso, deveríamos focar no Cristo do Natal, esforçando-nos com toda a diligência a lembrar a verdadeira razão de comemorarmos esta data.

John MacArthur

Segunda IPB Rio Claro - Todos os Direitos Reservados 2014. Criação de Sites Postali